terça-feira, 24 de março de 2009

Fui fã uma vez.

Não, não será mais um texto totalmente triste.
Irei descrever aqui apenas a minha ira por nunca ter assistido a um show do Guns n´Roses.
Ok. Claro, que você pode achá-lo um idiota, o direito é seu.
Mas para mim, Axl Rose e suas letras foram um marco na minha adolescência. Ele é o culpado de ter ouvido hoje, em uma entrevista, que tenho um ótimo nível de inglês.

Se tenho alguns arrependimentos, um deles é de nunca ter pisado num estádio cheio para ouvir as músicas que mais marcaram a minha vida. E, de certa maneira, elas sempre me acompanham, em momentos decisivos, momentos marcantes.

Claro, que a fama subiu a cabeça loura do Axl. Claro que eles compôs letras duvidosas, como "One in a Million", onde fala de negros e gays. Seu comportamento não foi dos mais exemplares, quando ele desceu do palco e bateu em um cara que o estava provocando, deixando o show e fazendo com que a platéia destruísse o lugar.

Mas ele continua sendo meu maior ícone. De rebeldia, de solidão, de luta. Se estou certa ou não, pouco me importa. Não queria morrer sem um dia ouvir Axl e o Guns, com sua formação original, cantando. Ver o solo de Slash, Izzy e todos os outros que não lembrarei o nome agora. O Matt eu sei que veio depois, com a saída de um, que se envolveu demais com drogas.

Whatever, queria deixar aqui só uma prévia de que algumas músicas acompanham a minha vida, e a melhor de todas, é Estranged.

Tão bonita, tão triste, tão alegre e tão real em minha vida. Enjoy it [ or not ] !

Estranged
Guns N' Roses
Composição: Axl Rose

When you're talking to yourself
And nobody's home
You can fool yourself
You came in this world alone...(alone)

So nobody ever told you baby, how it was gonna be
So what'll happen to you baby?
Guess we'll have to wait and see...one, two....

Old at heart.
But I'm only 28
And I'm much too young to let love break my heart
Young at heart. But it's getting much too late
To find ourselves so far apart

I don't know how you're supposed to find me lately
And what more could you ask from me?
How could you say that I never needed you
When you took everything
Said you took everything from me...

Young at heart.
And it gets so hard to wait
When no one I know can seem to help me now
Old at heart. But I mustn't hesitate
If I'm to find my own way out
Still talking to myself. And nobody's home.....(alone)

So nobody ever told us baby, how it was gonna be
So What'll happen to us baby?
Guess we'll have to wait and see

When I find all of the reasons
Maybe I'll find another way
Find another day
With all the changing seasons of my life
Maybe i'll get it right next time
And now that you've been broken down
Got your head out of the clouds
You're back down on the ground
You don't talk so loud, and you don't walk so proud
Anymore. and what for?

Well I jumped into the river
Too many times to make it home
I'm out here on my own
Drifting all alone
If it doesn't show
Give it time to read between the lines

'Cause I see the storm is getting closer
And the waves, they get so high
Seems everything we've ever known is here
Why must it drift away and die?

I'll never find anyone to replace you
Guess I'll have to make it through
This time, oh this time, without you

I knew the storm was getting closer
And all my friends said I was high
But everything we've ever known's here
I never wanted it to die

3 comentários:

  1. Well... Do Guns conheço November Rain, Sweet Child O'Mine, Welcome to the Jungle, Live and Let Die e mais uma que eu num lembro o nome... ah, Paradise City tb... e é tudo que me lembro.

    Já fui acho que em dois shows que marcaram pra mim, fora os do TM, claro: PJ e Strokes [que também teve Kings of Leon, God, como minha vida melhorou depois que conheci essas duas bandas].

    E... nunca fui fã. Nunca mesmo. Não tenho saco pra ficar tipo adorando gente que nunca nem ouviu falar de mim. Sou fã dos meus amigos, fa minha família, isso sim!

    :D

    ResponderExcluir
  2. Aaaahh....minha irmã do meio tb era mega fã dos caras, com pôster no quarto e tudo mais. Eu aprendi a médio gostar deles com ela. E gravei o show deles no último Rock in Rio...ahahahaha...foi meio estranho, mas foi bonito.

    Bom...eu sou mega fã de algumas bandas. E tive o imensurável prazer de ir ao show de uma delas, a que eu nunca imaginei que viria ao Brasil um dia...E não tem sensação melhor do que a que vc sente quando está realizando um sonho...

    Quiçá um dia o Axl e sua "trupe" volte ao Brasil...quiçá com uma turnê do famigerado Chinese Democracy...que demooru eras para finally ser lançado...Aliás, nem sei se já tem outro cd depois desse.

    ResponderExcluir
  3. Aninha: Ah, que coisa boa, termos pessoas para sermos fãs ... pessoas de verdade, que nos impulsionam, como vc mesmo disse, amigos, família! Mas o texto foi só para enaltecer uma parte da minha adolescência ... :)

    Má: O Chinese virou lenda e mp3 na net. Mas eu ainda verei o Axl ... rs
    E outros shows que gostaria, como Foo Fighters, Pearl Jam, shows que decidi não ir por idiotice do momento. Ecati!

    ResponderExcluir

Valeu pela visita!