terça-feira, 21 de maio de 2013

Waiting for Forever

Cartas, poemas, formas e ilusões. Do que era para ser?
Meu sonho.
O maior.
Suas costas curvadas nunca suportariam.
Eu sonhei ou eu vivi?
Cartas e músicas, vinho e despedidas. Taças e rostos virados.

Sonho meu ou ilusão sua?
O chão frio prova a força dos seus pés em mais uma despedida. Adeus?
Coragem de desistir ou fraqueza por nunca tentar?
Sina de quem quer um pouco mais do que...do que mesmo?
Sinais. Tatuagem. Sorriso.
Escolhas erradas que parecem ter certeza de onde se quer chegar.
Amor não nasce pronto. Apenas pulsa.
Pulso. Impulso. Minha razão.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Valeu pela visita!